Apático

Foto por Adam Jaime em Unsplash

Indignos somos nós,
filhos malparidos
que caminhamos sós
em meio à noite fria
 sabendo onde vamos e,
no entanto,
 perdidos

Indignos somos nós,
frutos de amores vagos
e paixões sazonais
perdidos, sem voz
abraços ou afagos
em dias, tão
normais

Indignos somos
indignos fomos
seremos
em noites sem lua
em dias sem sol
ou nuvens sem chuvas

Indignos somos nós,
filhos malparidos
pobres de espírito,
pobres de saúde
pobres de voz
nesse mundo esquisito
cheio de outros perdidos.
SHARE

Fernando Serra

Olá! Sou um aspirante a escritor desde que tinha dez anos. Criei esse blog para colocar as coisas que sentia dentro de mim em um único lugar. Se por acaso você visitar as postagens mais antigas, vai perceber que elas acompanham meu desenvolvimento como escritor e como pessoa. Atualmente, continuo escrevendo, enquanto trabalho como Analista de Suporte e faço um ou outro trabalho artesanal. Se quiser saber mais sobre mim, pode me procurar nos links de contato, terei prazer em conversar!

  • Image
  • Image
  • Image
    Blogger Comment
    Facebook Comment

0 comentaram: